JUNHO VERMELHO: Doação de sangue, doação de vida!

Junho Vermelho: Seja voluntário, salve vidas!

Quer salvar até quatro vidas em poucos minutos? O convite é irrecusável, não é? Pois você pode aceitá-lo aproveitando que 14 de junho é o Dia Mundial da Doação de Sangue e organizar uma visita a um hemocentro com seus colegas de trabalho.

Além de ser usado em intervenções médicas urgentes, como cirurgias de alta complexidade, o sangue doado é vital para pacientes com enfermidades graves, como doença falciforme (alteração nas hemácias que compromete a circulação sanguínea e a oxigenação dos órgãos) e talassemia (uma forma de anemia). São pessoas que precisam de transfusões constantes, feitas a partir dos estoques de bancos de sangue espalhados no país, que, por sua vez, poderiam ser mais bem abastecidos por voluntários.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o ideal é que ao menos 5% da população de um país doe sangue regularmente para manter um bom estoque sanguíneo na rede de saúde, mas apenas 1,8% dos brasileiros tem esse hábito.

Ou seja, vamos arregaçar as mangas para e mostrar que o sangue de voluntário é mesmo solidário? Seguem algumas dicas para você e seus colegas organizarem uma campanha de doação!

Organizando a campanha – Passo a Passo

Encontre um Hemocentro (com ajuda da tecnologia)

O primeiro passo para organizar uma campanha de doação voluntária de sangue é encontrar um hemocentro perto de você. Para isto, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) tem uma página na qual basta inserir um CEP para saber onde está a unidade mais próxima. Há 106 cadastrados em todo o Brasil, fora clínicas particulares, que também formam bancos de sangue.

Se quiser dar um toque tecnológico à iniciativa, os aplicativos Time do Sangue (Ios e Android) e Hemoliga (Ios e Android) localizam hemocentros a partir do GPS de seu telefone e do seu CEP. Via Facebook também é possível: basta acessar facebook.com/donateblood e diga que você é um doador, preenchendo um cadastro informando seu tipo sanguíneo. A rede social conecta o usuário a bancos de sangue e envia uma mensagem quando um deles precisa de doação. O site Salvo Vidas, por sua vez, avisa quando um banco de sangue está precisando de ajuda.

Agende uma Visita

Os aplicativos Time de Sangue e Hemoliga também permitem dar o passo seguinte: agendar uma visita (o que você também pode fazer, claro, da maneira tradicional — ligando para um).

Mobilize Seus Colegas

Data marcada? Maravilha! Agora é hora de dar sangue pelo sangue. Produza cartazes, dispare e-mails e fale pessoalmente com seus colegas para formar uma corrente do bem. O Ministério da Saúde tem uma série de dicas sobre doação (quem pode, benefícios, precauções etc). A página também derruba uma série de mitos sobre este ato. O vídeo abaixo resume os requisitos.

Em seu material e em suas conversas, lembre que doar sangue ajuda o próximo em cirurgias, tratamento de alguns tipos de câncer, como de medula óssea, e de outras doenças, como doença falciforme e talassemia.

Se quiser, a OMS tem artes (como a de baixo) para ajudar a captar doadores. Você pode encontra-las aqui. O Ministério da Saúde fez o mesmo (os materiais estão aqui).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Organize a Visita e Compartilhe a Experiência

Organize uma ação e cadastre-a no Portal: https://voluntarioscaixa.v2v.net/pt-BR/aggregator-builders/3a8c6e16-2bf6-4128-912a-9c699cdbc3a2 

Faça uma visita coletiva ou combine faixas de horários para que seus colegas visitem um hemocentro. Na sequência, peça que, se possível, fotografem e filmem esse momento e compartilhe conosco.